Busca
close

Bem vindo a Atos Medical

Please, start by selecting your country.

Brazil
Europe
Belgique (Français)
België (Nederlands)
Danmark
Deutschland
España
France
Italia
Nederland
Norge
Polska
Portugal
Schweiz (Deutsch)
Suisse (Français)
Suomi
Sverige
UK (English)
Asia
中文(大中華)
日本語 (Japan)
Americas
Brazil
Canada (English)
Canada (French)
USA (English)
Oceania
Australia (English)
New Zealand (English)
Other
International
Confirme sua seleção
  • Seu país:Brazil

Uma maneira diferente de falar

Você pode estar se perguntando como será capaz de falar após uma laringectomia. A maneira como você fala e o som de sua voz mudarão, mas, felizmente, existem maneiras de recuperar o poder da fala por meio da reabilitação vocal.

 

Contamos com nossas vozes para expressar nossos pensamentos e sentimentos. Uma laringectomia total significa que sua laringe é removida – incluindo suas cordas vocais. Logo após uma laringectomia, a forma mais rápida de se comunicar com familiares, amigos e profissionais de saúde será por meio da escrita e de gestos. Pode ser útil praticar alguns gestos simples e maneiras de se comunicar com amigos e familiares antes da cirurgia. Também há aplicativos disponíveis para smartphones que podem ajudar a traduzir texto em fala.

As boas notícias

A princípio, perder sua voz natural pode ser bastante perturbador e terá um impacto tanto em sua capacidade de comunicação quanto em seu senso de identidade. Mas a boa notícia é que existem várias maneiras de recuperar a voz e a capacidade de falar após uma laringectomia. Na maioria dos casos, você já terá entrado em contato com seu fonoaudiólogo antes da cirurgia, ele o aconselhará sobre os métodos de voz que podem ser aprendidos após a cirurgia para desenvolver sua nova voz.

Antes da laringectomia

Antes de uma laringectomia, a voz é produzida pelas cordas vocais. As cordas vocais estão localizadas na laringe, também conhecidas como caixa de voz, e são a fonte da sua voz natural.

Durante a expiração, o ar passa pelas cordas vocais, que produzem som por meio de uma abertura e fechamento rítmicos.

Depois da laringectomia

Fazer uma laringectomia total remove sua laringe e cordas vocais, então a maneira como você fala após uma laringectomia vai mudar. Sua voz soará diferente do que antes porque não está mais vindo de suas cordas vocais.

Existem 3 métodos diferentes para a reabilitação da voz após uma laringectomia:

  • Falando com uma prótese vocal
  • Falando com uma laringe eletrônica
  • Fala esofágica e traqueoesofágica

Falando com uma prótese vocal

Uma das maneiras mais rápidas e naturais de recuperar a voz é falando com uma prótese vocal. Seu cirurgião pode inserir isso durante a operação de laringectomia ou mais tarde, uma vez que você esteja curado.

O que é uma prótese vocal?

Uma prótese vocal é um pequeno dispositivo de plástico que tem duas “flanges” em cada lado para mantê-lo no lugar. Entre as duas flanges existe um pequeno tubo que contém uma válvula unidirecional. Esta válvula abre quando você fala e fecha quando você come ou respira.

Como funciona uma prótese vocal?

Bloquear o traqueostoma com o dedo redirecionará o ar através da prótese vocal para o esôfago. À medida que o ar passa pelo esôfago, ele faz com que o ar na parte de trás da garganta vibre e crie um som.

Vantagens do uso da prótese vocal:

  • Qualidade de voz mais natural do que outros métodos
  • Relativamente rápido e fácil de aprender

Desafios de usar uma prótese vocal:

  • Nem todo mundo está apto para ter uma prótese vocal
  • A limpeza diária é necessária
  • A substituição regularmente é necessária

Como é falar com uma prótese vocal?

Saiba mais sobre próteses vocais

Falando com uma laringe eletrônica

Muitas pessoas têm uma laringe eletrônica como um método de fala para situações em que não é possível falar com uma prótese vocal. Ressalta-se que a voz produzida com a laringe eletrônica possui um som “robótico”, que pode ser modulado de certa forma.

O que é uma laringe eletrônica?

Uma laringe eletrônica é um dispositivo vibratório que você pressiona contra o pescoço para vocalizar.

Como funciona uma laringe eletrônica?

O som vibratório criado pela laringe eletrônica é então moldado pela língua e pelos lábios e convertido em fala compreensível.

Vantagens de usar uma laringe eletrônica:

  • Método não cirúrgico
  • Relativamente rápido e fácil de aprender

Desafios de usar uma laringe eletrônica:

  • Carregamento necessário para usar o dispositivo
  • Voz robótica
  • Treinamento e prática necessários

Como é falar com uma laringe eletrônica?

Fala esofágica

Esse método de fala foi usado antes do desenvolvimento da prótese vocal. Apenas 1 em cada 3 pessoas que tentam esta técnica conseguirá, e muitas vezes sua fala é limitada a frases curtas.

O que é a fala esofágica?

Esta técnica usa os tecidos naturais do corpo como a nova fonte de voz e requer que você engula pequenas quantidades de ar em seu esôfago antes de “arrotar”.

Como funciona a fala esofágica?

O ar engolido faz com que o esôfago vibre, gerando o som que é posteriormente modificado pela língua e lábios para criar palavras.

Vantagens da fala esofágica:

  • Método não cirúrgico
  • Permite falar sem utilizar as mãos

Desafios da fala esofágica:

  • Pode ser difícil de dominar
  • Um inchaço pode acontecer devido à ingestão de ar
  • Limitado a frases curtas

Seu fonoaudiólogo ajudará a treinar sua voz e lhe dará exercícios que tornarão seu novo estilo de falar o mais claro possível. Pode haver uma curva de aprendizado, mas a maioria das pessoas logo dominará esse novo jeito de falar.

What does esophageal speech sound like? 

Glossário


  1. Esôfago – O esôfago é o tubo alimentar que transporta alimentos e líquidos da boca para o estômago.
  2. Fonoaudiólogo – O fonoaudiólogo oferece tratamento, apoio e cuidado para quem tem dificuldade de comunicação, alimentação, ingestão de líquidos e deglutição.
  3. Estoma (traqueostoma) – Um estoma é um orifício (abertura) feito na frente do pescoço para permitir que você respire. A abertura é feita na base do pescoço. O ar entra e sai da traqueia e dos pulmões por esse orifício.
  4. Traqueoesofágica – É uma conexão entre a traqueia e o esôfago.
  5. Cordas Vocais – São tecidos musculosos, situados no interior da laringe, que são essenciais na criação de sons por meio da vocalização.
  6. Reabilitação Vocal – Uma terapia especializada para ajudar os pacientes a terem melhor qualidade da voz.
  7. Traqueia – É um tubo vertical que faz a passagem do ar da garganta para os pulmões.